Quais alimentos pesar cru ou cozidos? - Você na Dieta Flexível
BREAKING NEWS

Quais alimentos pesar cru ou cozidos?

Quais alimentos devo pesar cru e quais pesar cozidos?

Hoje irei atualizar o conceito do principal artigo deste humilde blog, essa dúvida é uma questão tão simples, mas que ainda parece estar martelando na cabeça do pessoal que está começando agora a pesar os alimentos os quais fazem consumo.

Se você chegou aqui neste blog é bem provável que seja adepto da Dieta Flexível, ela é algo que costumo chamar como uma filosofia alimentar a qual você não fica preso a uma determinada dieta e tem certas liberdades as quais não teria caso estivesse seguindo um protocolo alimentar estabelecido por uma dieta de fato.

Só que o grande segredo da Dieta Flexível está exatamente neste ponto onde é preciso que pesemos aquilo que iremos consumir ao longo de nosso dia, essa pesagem dos alimentos precisa ser realizada afim de que possamos descobrir qual será o valor de macronutrientes que estaremos ingerindo ao consumir x quantidade de certo alimento.

Mas voltando ao assunto que é a pauta do dia, afinal de contas como pesar os alimentos? Cru ou Cozido? De novo bato na tecla que isso é algo bem simples, porém que deixa muita gente confusa.

A confusão acontece pelo fato de que estas pessoas ao cair de paraquedas com a missão de pesar seus alimentos notam que os alimentos crus e os alimentos cozidos tem pesos distintos um do outro, logo conclui-se que deste modo o mesmo alimento terá macronutrientes diferenciados entre um modo de pesagem e outro.

E está aí o grande vilão que faz muita gente errar na hora de seguir aquela dieta que seu nutricionista estabeleceu para que seguisse à risca e no final ao invés de emagrecer acabou engordando, claro, isso se estiver fazendo uma dieta para emagrecer!

Só que de novo voltando ao fato de se pesar os alimentos crus ou cozidos, como dito acima muita gente fica confusa ao notar essa discrepância existente entre o peso de um determinado alimento cru e o peso do mesmo alimento cozido.

Afim de sanar essa dúvida de uma vez por todas terei que relembrar o que foi dito no artigo anterior realizado aqui no blog que abordou exatamente o mesmo assunto, para que seja definido o melhor caminho na hora de escolher o modo de pesar seus alimentos o que você precisa levar em consideração é o tempo que tem para o fazer e ainda como que irá registrar este feito.

Este último ponto aliais é algo chave que pode fazer muita gente acabar errando na hora de seguir aquilo que seu nutricionista ou ainda educador fisico estabeleceu como uma dieta a ser seguida para que se obtenha o resultado desejado (emagrecer ou ganhar massa), o registro da pesagem se realizado de modo errôneo pode ferrar com todo o processo.

Isso porque digamos que você pese um determinado alimento cru e em seguida o registre em um aplicativo de contagem de alimentos, por exemplo no My Fitness Pal que é um dos mais utilizados para que isso seja realizado por meios eletrônicos.

Digamos que lá no aplicativo que usa para fazer a contagem diária de seu consumo de macronutrientes você não encontre o alimento o qual pesou cru e assim acaba usando o mesmo alimento achado na tabela do aplicativo em sua versão cozido, ao fazer isso vamos imaginar que você verá que uma quantidade x daquele alimento te dá uma quantidade y de proteína, ou ainda carboidratos.

Ainda seguindo esse raciocínio vamos imaginar que aquela quantidade é muito acima daquilo que você deveria fazer consumo, ou ainda muito abaixo e diante deste fato você resolve diminuir ou ainda aumentar a porção que fará consumo daquele alimento.

Ao fazer isso você estará ferrando com sua dieta, isso porque é somente neste ponto que o modo de pesagem influi diretamente na quantidade de macronutrientes que estará ingerindo, isso porque se tiver o pesado cru e o registrar no aplicativo ou ainda seguindo uma tabela impressa na versão cozido o valor dos macronutrientes tendem a terem divergências que podem te levar a cometer erros como os acima citados e isso é algo que não queremos que ocorra.

Diante disso o conselho de ouro é que você primeiro verifique qual é o modo mais fácil de pesar seus alimentos, se optar por pesar tudo cru, registre-o com o valor do alimento cru.

Se optou pela pesagem na versão cozida, o registre como o alimento cozido, realizando este processo simples você fará com que seus macronutrientes fiquem registrados de modo correto e assim fica mais difícil de acabar cometendo algum equivoco devido a uma pesagem feita de modo irregular.

Agora que sanei um ponto que leva a erros (eu espero que tenha sanado, ao menos!) vamos continuar a outra coisa que também leva muita gente a confundir e ficar na dúvida sobre como pesar e registrar um alimento x, como já devem saber a maioria dos alimentos que fazemos consumo é de origem animal ou vegetal.

E se lembrar ao menos um pouco daquilo que aprendemos na escola naquelas aulas chatas de ciências ou ainda biologia, você deve se lembrar que praticamente todos os seres vivos que habitam este mundo que chamamos de Terra tem como base para a vida um elemento chave: a água.

E é exatamente a água que leva muita gente a erros tremendos no momento de pesar e registrar seus alimentos, agora acho prudente dar exemplos práticos os quais usei no artigo anterior sobre este assunto, mas que seguem sendo os mais simples e claros para exemplificar aquilo que desejo ajuda-lo a entender.

Digamos que você resolveu usar o peito de frango como meio de se obter as proteínas que precisa ingerir diariamente, agora vamos supor que em uma refeição x você deseja consumir 100 gramas de frango.

Diante deste desejo você pensa em como o pesar, cru ou cozido? Como você não sabe qual é o melhor jeito, você opta por fazer as duas tentativas.

A primeira pesagem é obvio que irá obter 100 gramas de frango, aí você o grelha, frita, ou assa e pesa novamente e vê que seus 100 gramas de frango encolheu e se transformou em 70 gramas.

E é neste momento que você pensa, ué, mas se diminuiu o peso terei que comer mais para obter a mesma quantidade de proteína presente nos 100 gramas de frango cru?

E é exatamente este o erro que leva muita gente a acabar pecando em sua dieta, ao pensar que o fato do frango ter reduzido de tamanho você precisará aumentar a ingestão para ter a mesma quantidade presente de proteínas nas 100 gramas você estará saindo fora daquilo que planejou em fazer e é neste ponto também que passa a ficar confuso sobre o melhor jeito de pesar.

Afinal de contas se meu frango reduz de tamanho depois de pronto por que o pesei cru e por que isso aconteceu? Bem, lembra do lance da água? Então é ela a grande responsável pela mudança do tamanho de seus 100 gramas de frango, ao cozinharmos um pedaço de frango o fritando, grelhando ou ainda assando fazemos que ele desidrate ou ainda perca água e com essa perca de água ele reduz de volume.

Porém o que se perde em volume, se mantém em proteínas, não é porque seu frango deixou de ter 100 gramas e passou a ter 70 gramas mais ou menos que a quantidade de proteínas que possuía ali reduziu, o que ocorreu foi que essa proteína se tornou mais compacta.

O mesmo caso ocorre com o arroz, mas totalmente ao contrário, digamos que peguemos 100 gramas de arroz e o pesemos cru e em seguida o levamos para cozinhar com água e sal, depois de pronto meus 100 gramas de arroz se transformam em quase 500 gramas, e de novo vem a dúvida qual peso considerar?

Como no caso do frango, o arroz aumenta de volume por conta do elemento chave da vida na Terra: a água, no caso do arroz ele sofre uma hidratação e assim ele cresce de volume ao ficar por algum tempo em contato com o liquido vital.

Não sei se os exemplos ficaram claros, mas o que queria mostrar com ambos é que o que importa mesmo é o que é mais prático para você, não existe uma lista de alimentos que são melhores de serem pesados crus ou ainda cozidos, quem define isso é você.

O que precisa ser levado em consideração é o peso o qual irá registrar ao final de todo o processo e ainda a quantidade x que você deseja consumir naquela refeição, se lembrar deste fato e se tiver a noção de que a água aumenta ou diminui o volume dos alimentos, mas eles mantém as quantidades de proteínas ou carboidratos presentes nos mesmos você certamente não terá mais problemas com dúvidas sobre como pesar seus alimentos!

« »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.